domingo, 23 de março de 2008

Poupança

Não lembra nem ao Diabo a quantidade de pilim que se pode poupar ao usar software livre. Basta fazer contas e começar a contar: sistema operativo, um processador de texto, uma folha de cálculo, um programa para apresentações. Um grupo de Software Livre está a realizar uma experiência de uso deste software em escolas do Ensino Básico. Têm um blog onde vão contando novidades. O último post, por exemplo (bem, último na altura em que escrevi este texto) é uma lista de software educativo que pode ser usado por qualquer aluno para o ajudar a aprender matérias como química, matemática ou geografia. Parabéns!

2 comentários:

jac disse...

O problema não é o que se poupa usando software livre, o problema é o que se gasta com o software proprietário!

Patrícia França disse...

Ora aqui está uma coisa verdadeiramente útil!