terça-feira, 30 de dezembro de 2008

Papel Higiénico

Pode não lembrar nem ao Diabo, mas diria que a venda de Papel Higiénico a uma das formas mais simples de ganhar dinheiro de forma ilícita.

Ora vejamos, quando compram papel higiénico olham para o que? Possivelmente para se a folha é simples, dupla, tripla, com ou sem cheiro, se tem ou não bonequinhos, para o número de rolos na embalagem, e para o preço da embalagem (para ter uma ideia do preço por rolo).

Mas, já alguém se deu ao trabalho de contar o número de quadrados, ou o comprimento do papel?

Com certeza que já repararam que alguns rolos duram mais do que outros. Também já devem ter reparado que uns têm o papel mais apertado do que outros. E cada vez mais os fabricantes são inteligentes, e começam a colocar menos papel em cada rolo.

Para quando a obrigatoriedade de especificar o comprimento do papel higiénico?

4 comentários:

Filipa disse...

Esteve com alguma diarreia recentemente e sentiu-se injustiçado pelas empresas do papel? :P

Alberto Simões disse...

AHAHAHA! Tiveste piada! Mas não foi o caso ;)

Giovani Ktorz disse...

me lembro que quando criança, vi que os rolos de papel higienico, vinham com 40 metros, hoje 30 metros! sera que os fabricantes estão cagando menos? eu não rsrsrs

Alberto Simões disse...

Olá, Giovani.

Por acaso nunca me dei ao trabalho de medir (mas também não teria ponto de comparação). Obrigado por essa informação ;)

Abraço
Alberto